Carina @ 19:03

Sex, 26/12/08

Não consigo chegar a ti . Existe uma força dentro de mim que me impossibilita de te deixar perfurar as zonas mais escuras e sombrias da minha alma . Existe um fiozinho de sensibilidade que me impede de cometer excessos, de ir por aí além . Sou indecisa por natureza . Talvez isso seja consequência da vida que levei até agora . O perfeccionismo que tanto me caracerizava tornou-me num ser imperfeito .

A ti, tempo, pesso-te que recues . Leva-me as recordações e traz-me de volta a inocência da criança que outrora fui , da criança que me deu gozo encarnar . Leva contigo todos os medos e receios, todas as minhas inseguranças, e concebe-me a pureza, pura e simplesmente . A de cada palavra, de cada gesto... A pureza do olhar, calmo e sereno, articulada com a forma e o feitio do sorriso, que iluminava qualquer réstia de mágoa !

Adormece a minha consciência por breves instantes e segue o rasto luminoso . Vai em direcção à luz . Talvez assim eu possa ser feliz .

 

Carina Figueiredo

 

 




menina sonhadora @ 20:11

Sex, 26/12/08

 

bom ano :)
bjs

Joαηα @ 20:16

Sex, 26/12/08

 

Eu sou, indecisa, insegura, perfeccionista e, com tudo isto, acabo por perder oportunidades únicas!
Quando era criança, embora fosse um pouco perfeccionista, não era tão indecisa e insegura. Por exemplo, e isto é uma recordação que tenho muito bem em mente, quando eu era criança, adorava trepar às árvores. Não me importava se o pé me ia escorregar e eu ia cair, nem sequer punha em hipótese um ramo partir ou a minha mãe vir e me castigar. Agia no momento que pensava. Não pensava nas consequências e isso fez-me viver uma infância sempre ocupada, nada monótona.
Hoje? Hoje não consigo ser essa criança que sei, ainda vive dentro de mim, mas que é tão difícil trazer ao de cima.
Beijinho grande, Carina. :)


agnés argentée @ 22:35

Sex, 26/12/08

 

Todas nos sentimos assim de vez em quando... No entanto, não nos podemos esquecer de que as más memórias e as más experiências são muito importantes: ajudam-nos a crescer, a valorizar os momentos alegres e felizes, etc. A vida é mesmo assim...

Beijinhos

[gostei do teu blog ^^]

LittleStar ♥ @ 14:09

Sab, 27/12/08

 

O tempo passa, e as pessoas mudam. Ás vezes porque queremos, outras pq tem q ser.
Neste caso, teve mesmo q ser. Cresces e nao tens tantas proteçoes como em criança, nao tens a mae sempre atrás de ti, nao tens uma quantidade de coisas q te davam a segurança q tinhas em pequena. Agora, tens q agir com o teu próprio pé, tens q ponderar, tens q medir as consequencias dos teus actos (...)
Será mau, seres indecisa? Pensares antes de agir? Nao te dares por completo? Penso q nao...
As dores fisicas doem muito menos, do q as dores q poderias ter s agisses sem pensar.
Um beijo enorme. *


Leticia @ 16:43

Sab, 27/12/08

 

"A ti, tempo, pesso-te que recues . Leva-me as recordações e traz-me de volta a inocência da criança que outrora fui , da criança que me deu gozo encarnar ."

não imaginas as vezes qe tive este tipo de pedido interior. desculpa a invasão mas adorei o blog, revejo-me na tua escrita :)

tive de comentar, beijinho @


big smoke @ 17:07

Seg, 29/12/08

 

ola :)
td bem cntg?


big smoke @ 17:18

Ter, 30/12/08

 

ainda bem :)
esta td bem..agora tou melhor =)
sabes..gostava de te conhecer melhor :$
nao sei se tbm qeres ou nao :S
bom ano ;)

'Soraia * @ 20:40

Ter, 30/12/08

 

Concordo com a Wendyzinha (:

"Leva contigo todos os medos e receios, todas as minhas inseguranças, e concebe-me a pureza, pura e simplesmente"

Quando era criança, dava tudo pra ser mais velha e ter idade pra fazer tudo o que me apetece. Agora, dava tudo para que o tempo voltasse a trás :'D

Não só pra voltar a ser criança, mas também porque faria muita coisa de forma diferente !

Carina, tu escreves tão bem.

Não tens noção *.*

Beijinhos @'


A. @ 14:03

Sex, 02/01/09

 

Lindo! Adorei! *** =)


Leticia @ 17:27

Sab, 03/01/09

 

Tens uma coisinha para ti no meu blog :P
beijinhoo @